Cozinha Tradicional

Lombo de porco com alecrim, assado em lume brando

Caros 5.75 leitores, ainda não vos falei sobre as receitas que preparei na Páscoa. Apesar de o tempo não ter abundado, uma vez que estive a trabalhar o fim de semana inteiro, naturalmente, que não consegui ficar longe dos tachos (nem da bimby). Assim, no Sábado, uma das minhas melhores […]

Kunafa (ou Kanafe): Receita do melhor doce turco

Quem segue o #lobo no Instagram, sabe que, em Dezembro último, passei uma semana inteirinha na magnifica cidade de Istambul, e que, para além dos pontos de interesse, a viagem teve um forte componente gastronómico, que é como quem diz: Fartei-me de enfardar, à grande. E, posso dizer-vos, meus 5.75 leitores, […]

Preparar lapas “ao natural”

Adoro lapas frescas. São, assim, dos meus mariscos favoritos. Por isso, sempre que vou aos Açores ou à Madeira, não resisto em entupir-me com estas deliciosas conchas, que, em Portugal continental, não são muito fáceis de encontrar. No entanto, num destes dias, consegui comprá-las, aqui em Sesimbra, fresquíssimas, à venda […]

Pudim de Castanhas

Caros 5.75 leitores, apesar de o S. Martinho já ter passado, ainda estamos na época das castanhas e dos frutos secos. Por isso, não posso deixar de partilhar convosco, a minha MA-RA-VI-LHO-SA receita de pudim de castanhas. Muito simples de preparar, é um doce absolutamente irresistível, ideal para as noites frias […]

Quiche de sobras (carne, peixe, ou vegetais)

 Ahhh. Quem tem o frigorífico cheio de sobras? Quem tem, quem tem? Euuuu, e não sei, muito bem, o que lhes hei de fazer. Quer dizer, se calhar, até sei: Uma quiche. É que, com o fim do Natal, e sendo, humanamente, impossível, ingerir as toneladas de comida que foram […]

Pudim Abade de Priscos

 Finalista do concurso das “Sete Maravilhas da Gastronomia Portuguesa“, o pudim “Abade de Priscos”, não pode faltar em nenhuma mesa de Natal. Bomba [verdadeiramente] calórica, foi criado, algures no século XIX, por Manuel Joaquim Machado Rebelo, abade de Priscos, freguesia do concelho de Braga. Reza a lenda que os doces […]