O Peixe é sempre fresco na Tasca do Isaías, em Sesimbra

Caros 5.75 leitores, vir a Sesimbra e não experimentar o peixe da Tasca do Isaías, é pior do que ir a Alvalade e não ver o Bruno. Brincadeiras à parte, com mais de seis décadas de existência, este pitoresco estabelecimento, situado bem no centro da vila de Sesimbra, é, sem dúvida, uma das grandes referências gastronómicas da região.

Tendo como principal chamariz o pescado fresco, capturado na costa sesimbrense, foi fundado pelo Sr. Isaías, com quem tive o prazer de privar desde criança, uma vez que os meus avós eram muito amigos da família, mas que, infelizmente, já faleceu.  No entanto, o negócio foi mantido pelo filho Carlos, o neto Tiago, a nora, e a esposa, a Dona Maria, que, apesar das suas mais de oitenta primaveras, continua ao leme da cozinha. 

Mantendo a decoração original, típica das verdadeiras tascas portuguesas, um dos aspectos mais distintivos do “Isaías” é  o cheiro a peixe assado, e a simpatia do seu staff. Carapaus, sardinhas, linguados, ovas de pescada, espadarte, mariscos de concha, choquinhos com tinta, ou peixe-espada preto, estão constantemente a sair, directamente do mar para a grelha.

Para além da frescura, a forma como o peixe é assado, na grelha, a carvão, faz com que o resultado seja, simplesmente, de comer e chorar por mais. No entanto, existe uma desvantagem: Possui poucas mesas, e não fazem reservas, pelo que convém ir cedo. Uma vez que a tasca está em todos os guias turísticos, como o  Tripadvisor ou o Lonely Planet, sobretudo durante o Verão, as filas dão a volta à rua, pelo que, caso queiram mesmo experimentar, convém irem munidos de tempo e paciência. 

Um dos pormenores mais pitorescos desta “Casa” é o facto de nos sentarmos, aleatoriamente, ao lado de estranhos, o que faz, deste, o local perfeito para conhecer novas pessoas, em torno de uma boa refeição. Outro aspecto distintivo é o facto de acompanharem o peixe com traçadinho, uma mistura de gasosa com vinho, normalmente faisão, um branco adamado, feito à base de restos de vinhos da comunidade europeia. Uma verdadeira preciosidade. 

Uma vez que o objectivo é comer, e não fazer sala, não servem café. Quanto muito, terão direito a fruta ou sobremesa, e é para comer rápido, que os fregueses que estão à porta também têm fome. Se gostam de locais genuínos, boa comida, e reviver o espírito das verdadeiras, e originais, tabernas portuguesas, não podem perder a Tasca do Isaías. O preço médio por refeição ronda os dez euros, e, aqui, têm oportunidade de degustar peixe verdadeiramente fresco, como em mais nenhum outro local. Ou, pelo menos, não com a mesma relação qualidade/preço. Relembrando a memória do seu fundador, termino com a  pergunta que os sesimbrenses, sempre que passavam à porta do estabelecimento, lhe costumavam fazer: “Atão Isaías, vai assado?”. 

Informações Úteis:

Morada: Rua Coronel Barreto | Nº 2Sesimbra 2970-727, Portugal

Contacto: +351 914 574 373

Website: Tripadvisor

 

One Comment

  1. Cláudia Sofia Ferreira

    Olá boa tarde… Só deixar algumas pequenas correções. Na verdade o Isaías foi aberto em 1966, por isso ainda não chegou às 6 década, a dona Maria, apesar de ter muita idade ainda não chegou às 80 primaveras, tem de momento 76, a tasca não começou com o Isaías, mas sim o pai dele, o Albano. E há muitas e muitas mais histórias para contar e pormenores para saber. Por exemplo a questão dos pratos na parede. Como é que eu sei isso… É o meu sangue que lá está! O Isaías, o empático o meu avô, a Maria a avó o cérebro por de trás… Verdadeiros lutadores, o Carlos o meu pai… pilar daquela casa, embora como o verdadeiro pilar numa casa não se faz notar, Tiago o meu irmão carismático e cheio de ideias!

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*