Cinco gorduras vegetais, saudáveis para cozinhar

Caros 5.75 leitores, como todos sabemos, o colesterol, a hipertensão e o cancro, são alguns dos flagelos do século XXI, pelo que é essencial cuidarmos da nossa alimentação. De facto, uma das grandes alterações que se impõe é a gordura com que cozinhamos. Se, no tempo das nossas avós, para além do tradicional azeite, era muito comum a utilização de banha de porco ou manteiga gorda, actualmente, existem algumas opções mais saudáveis, que convém termos em consideração, nomeadamente:

1. Óleo de coco virgem: Baixo em calorias, e rico em triglicéridos da cadeia média, ajuda a acelerar o metabolismo, sendo um poderoso antioxidante e anti-inflamatório. É excelente, não só para cozinhar, mas, também, para temperar molhos ou saladas. Contudo possui uma desvantagem: O preço, custando, em média, um frasco de 400 ml, cerca de oito euros.

2. Azeite Virgem Extra: Maioritariamente composto por ácidos gordos, com um elevado teor de polifenóis e de vitamina E, o azeite virgem extra é das gorduras mais saudáveis que podemos utilizar na nossa alimentação. Possuindo uma acção antioxidante e anticoagulante, ajuda a prevenir o aparecimento de osteoporose e de cancro do cólon. No entanto, convém não ter passado por nenhum processo químico, pelo que o virgem extra é o mais indicado.

3.Óleo de Amendoim: Rico em ácidos gordos monoinsaturados e vitamina E, é uma das gorduras mais resistente às altas temperaturas, pelo que é um dos óleos mais indicados para utilizar em frituras. Apesar de um pouco mais caro, cerca de três euros por litro, vale a pena o custo.

4. Cremes Vegetais Becel: Recentemente, a Becel lançou uma gama de cremes vegetais, com inúmeras opções que incluem óleo de noz, de amêndoa, de linhaça ou de coco, consistindo numa excelente, e saudável opção para cozinhar. Ricos em ómega 3,  vitamina B6, zinco, vitamina E, e ácido linoleico, ajudam a reduzir o colesterol, combater a hipertensão e a prevenir alguns tipos de cancro.  Apesar de mais caros do que os cremes vegetais tradicionais (cerca de três euros por 225 Gr), são um óptimo investimento para a nossa saúde.

5. Óleo Linhaça: Excelente para o tratamento de doenças da pele e do cabelo, o óleo de linhaça é baixo em calorias, e rico em ómega 3,  vitamina B6, zinco, vitamina E, e ácido linoleico, é um poderoso antioxidante, reduzindo os efeitos do cancro e do envelhecimento. Apesar de não ser muito fácil de encontrar, o Continente disponibiliza uma embalagem de 250 Ml, por € 6,85, como podem constatar Aqui

Apesar de, por uma questão de contenção de custos, nem sempre ser conveniente adquirir este tipo de produtos, estando atento às promoções, aos poucos, acaba por se tornar possível implementar algumas alterações, as quais, a médio prazo, acabam por dar frutos. Pessoalmente, há já algum tempo que adoptei estas opções, e tenho a dizer que se nota, realmente, a diferença. Palavra de #lobo. 

Crédito da Imagem: Food 52.

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*