A deliciosa massada de sapateira do restaurante “Altinho”, em Palmela

Caros 5.75 leitores: Nem só de restaurantes “pipis”, repletos de coisas modernas, daqueles que servem limonada de laranja em frascos de compota, vive o homem. Por isso, quando fomos convidados para um almoço no restaurante Altinho, no zona de Palmela, para experimentarmos aquela que, supostamente, é a melhor massada de sapateira da região, fiquei super entusiasmada. Em primeiro lugar, porque já havia experimentado, há uns anos atrás, uma absolutamente deliciosa, na Moita, e, em segundo, porque o país está repleto de recantos escondidos, com verdadeiros tesouros gastronómicos que (quase) ninguém conhece, e, este, parecia-me ser um deles. 

Assim que entrámos, as minhas suspeitas confirmaram-se. É, de facto, um sítio simples, com ambiente familiar e decoração à anos noventa, daqueles que, durante a semana, deve ter milhões de camiões estacionados à porta, uma vez que se come bem por um preço muito acessível. A recepção foi feita pelo dono, que nos pôs, de imediato, à vontade, enquanto servia queijo, azeitonas, e pão caseiro, acompanhados pelo delicioso vinho branco da região. 

Cerca de vinte minutos depois, chegou a tão aclamada massada de sapateira, num tacho gigante, capaz de alimentar mais de dez pessoas. De facto, há muito tempo que não me recordo de ter comido tanto. Para além da sapateira, encontra-se, generosamente, repleta de camarão, sendo a confecção irrepreensível, super apurada, levemente picante, e finalizada como eu gosto: Com coentros picados, que lhe dão um aroma irresistível. Escusado será dizer que o almoço durou mais de duas horas, já que foi necessário ganhar fôlego para repetirmos três e quatro vezes. Uma loucura. 

À semelhança do proprietário, também o preço médio por refeição é super simpático: Dez euros por pessoa, o que faz com que o estabelecimento esteja sempre cheio, sendo aconselhável reservar mesa com alguma antecedência. Para além da massada de sapateira, o menu inclui outras sugestões deliciosas, como feijoada de búzio e camarão, feijoada à brasileira, caldeirada de peixe, ou bacalhau à casa. Se gostam de comida caseira, simples, bem confeccionada, e a um preço acessível, têm mesmo que experimentar este restaurante, localizado, algures, entre Palmela e o Pinhal Novo, e não muito fácil de encontrar, mas cuja deslocação vale a pena, nomeadamente para aproveitar a viagem e visitar o Museu da Música Mecânica, situado nas proximidades. Palavra de #lobo. 

Informações Úteis: Estrada Lagameças, Palmela

Morada: Estrada Lagameças, Palmela 

Contacto: 963 830 986; 265 995 167.

Website: Facebook

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*